Buscando sua Domme

image

Encontrar perfis semelhantes entre Dommes /subs é indispensável para que a entrega seja plena e mágica como deve ser. Acontece que muitas vezes com o objetivo de agradar a uma Dominadora, o submisso deixa de ser sincero sobre os seus gostos e limites, o dificulta a compreensão do seu perfil. Ao se apresentar seja sincero consigo mesmo e diga a verdade sempre.

Cada dominadora tem o seu perfil, as suas preferências. Assim como cada submisso também tem. Esse universo chamado BDSM é muito além que libertador, é vasto, profundo, intenso. Torna-se de extrema necessidade o mínimo de conhecimento mútuo evitando possíveis frustrações de ambos os lados. Antes que digam: ” a Rainha manda, o escravo obedece” Sim, sem dúvida! Mas existe aí uma linha tênue entre essa afirmação e o bom senso.

Nenhum submisso se submeterá a uma Dominadora se esta não possuir, na minha concepção alguns certos atributos: o auto-conhecimento, a sensualidade, o poder de sedução, ou por exemplo simplesmente ser autoritária. O que eu considero o atributo mais importante de uma Dominadora é algo genuíno e certas vezes inexplicável: o *feeling.
Ele trás pra esfera da Domme a possibilidade de explorar melhor a situação buscando o prazer de ambos, ela conhecendo previamente o seu sub e sendo detentora desse chamado “feeling” poderá sim ultrapassar os limites do escravo. Propondo novas experiências dentro do então perfil de ambos! Que fique claro, ultrapassar e não desrespeitar, o que são coisas totalmente distintas. Enfim…

Afinal o ser humano busca ultrapassar os seus próprios limites não é mesmo? Em vários aspectos sejam eles profissionais, pessoais, ou dentro das suas fantasias e desejos mais profundos.

Além disso contamos com um botãozinho ótimo de stop que chama-se safe-word. Mas isso já é assunto para o próximo tópico. 😉

*Feeling definição:

Feeling é uma palavra em inglês que em português significa sentimento.

A palavra feeling também pode querer dizer pressentimento. (O que para o contexto é mais apropriado). É bastante comum ouvir pessoas falando que estão com um feeling de que algo possa dar errado, ou dar certo ou com um feeling de que uma coisa boa está por vir.

6 pensamentos sobre “Buscando sua Domme

  1. Olá charlotte , gostaria de saber como ser e agir como uma verdadeira domme, tenho vontade, não só vontade, mais prazer em seguir esse desejo, tenho essa vontade desde de criança, quando amarrava os meninos e os vazia fazer tudo que eu mandasse. Rs imaginei ser coisa de criança, mais essa vontade me seguiu na adolescência e agora na vida adulta tentei esconder, agindo como um robô nesse mundo certinho, porém eu não sou um robô é muito menos sou certinha. Me aprofundei nesse assunto através de blogs e sites, porém só conseguir absorver algo onde eu realmente consegui me sentir à vontade aqui no seu blog ! Gostaria de um retorno se tiver tempo. Por onde devo começar, como agir para envolver o escravo, enfim … bater, humilhar, expor ao completo ridículo, isso sei fazer desde criança rs . obrigada pela atenção. Tenha um ótimo dia 😘

    Curtir

  2. Não sei como começar, vou começar me apresentando. Meu nome é Renato, hoje completo 25 anos de idade, tenho 1,74 de altura e 72 kg, físico atleta magro, branco, atualmente estou no meu último ano em administração de empresas, trabalho no banco Santander e moro em Osasco SP. Descobri que sou podolatria logo na infância, quando pegava as meias das minhas primas e ficava cheirando. Hoje faço parte dos homens que acreditam que uma mulher merece ser amada inicialmente pelos pés, e que o significado de “mulher” vai muito além disso. Indiretamente vivo a supremacia feminina, me curvando ao agradecer a alguma mulher, sendo sempre educado e jamais querendo ter a razão em algumas situações, e me sinto bem assim. Porém a submissão ainda é um fetiche oculto e não aceito pela sociedade, visto com olhos de anormalidade. Mas acredito e torço que o mundo será dominado pelas mulheres em breve! Gostei muito do seu site e de seus vídeos, e gostaria de saber se há possibilidade de conhecer a senhora, seria uma grande honra. Me pego viajando por diversas vezes em seus vídeos me imaginando atuando e servindo de todas as formas sem restrições, pois apenas devo servir da forma que minha rainha se sinta satisfeita, não tendo que estar de acordo com nada, pois não sou eu quem dito as regras.

    Obrigado pelo espaço,

    Atenciosamente.
    Sub. Renato V. Gonçalves

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s